Visitantes

quarta-feira, 12 de abril de 2017

COBRAR LIMPEZA PÚBLICA É EXERCER A CIDADANIA







Dia desses estava comprando um sanduíche numa barraquinha no bairro onde moro e quando meu pedido estava sendo finalizado alguém chega cumprimentando a todos, inclusive a mim. Pensei se tratar de alguém educado desejando um boa noite a todos. Ao olhar para a figura constatei se tratar do Exmo. Sr. Prefeito Marcus Vinícius. Retribui o boa noite com um: “Sr. Prefeito! Vossa Excelência!” em tom cortês como a saudação que ele havia feito. Logo maquinei na minha cabeça: “interessante trombar com um político nas ruas da cidade sem ser época de eleição, ainda mais aqui no meu bairro da periferia”.

Eu obviamente não me fiz de rogado e disparei: “Sr. Prefeito, torço muito pelo sucesso do Sr. na administração de Itaperuna. Acredito que o seu sucesso é o sucesso da cidade. Sua responsabilidade é muito grande, o Sr. sabia disso? Encontrei outro dia com o seu vice, Rogeirinho, lá no meu trabalho e falei pra ele: “Seu vice-prefeito, ganhar com 22.000 votos de frente implica em mais responsabilidade do que ganhar com 1 voto de frente””. Continuei falando: “Quando é que a prefeitura vai dar uma capinada na rua onde eu moro? Tô vendo uns assessores do Sr. postando foto disso e daquilo nas redes sociais, colocando manilha aqui e ali, limpando aqui e ali e a rua onde eu moro só vê capina em época de eleição quando algum postulante a cargo aparece “tirando onda” pra tirar votos.”

O Prefeito muito educadamente e com o seu jeito bonachão me disse: “Nós vamos chegar lá”.

Me despedi do Prefeito dizendo; “Eu vou cobrar!!! Vou continuar cobrando, certo?”

Nessa 2ª. feira  ouvi ruídos de máquinas de capina na rua. Eram os trabalhadores da Prefeitura fazendo a limpeza. 

Outros moradores certamente reclamaram da situação caótica da rua. Creio que eu fui mais um.

Mas é assim que as coisas acontecem: 1+1 é sempre mais que 2, como diz Beto Guedes em uma de suas canções.

Tenho muito respeito ao Prefeito pois ele é uma autoridade. Não votei nele, não votei no “Dotô” Péricles e nunca anulei meu voto. Não vou agradecê-lo pois essa é a obrigação dele enquanto Prefeito da nossa cidade. Ele tem a responsabilidade de executar as ações para a melhoria das condições das nossas ruas, das nossas praças, das nossas escolas, dos nossos postos de saúde, etc. Para que ele cumpra com essa responsabilidade eu, tu, ele, nós pagamos ISS (ou ISSQN), ITBI, IPTU, Contribuições de Melhoria, Taxas de Alvará/Licenciamento, Taxa de Coleta de Lixo, Taxa de iluminação Pública (aqui estão somente os impostos municipais). E mais os repasses da União e do estado do Rio de Janeiro de IRRF, ITR, CIDE, IOF, IPVA, ICMS, IPI, etc.

Nós não devemos desacreditar da política. Os políticos picaretas querem que nos afastemos da política. Temos que exercer a cidadania e cobrar os nossos direitos. Os bons políticos gostam de ver o povo mobilizado e “fungando” em seu cangote. Os maus políticos "cagam” nas calças quando veem o povo unido e reivindicando melhorias. São esses maus políticos que mandam as tropas descerem o cacete no povo quando ele decide lutar.

Parafraseando o poeta Fernando Pessoa: Não sou nada. Nunca serei nada, não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os direitos que um cidadão pode ter garantidos pela Constituição do nosso país.