Visitantes

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Temer Avesso à Democracia

A linha dourada faz o fundo do desenho do brasão da República --por isso, fica mais evidente no avesso da faixa.
Os autores da façanha (SQN) foram o fotógrafo Orlando Brito, um veteraníssimo do fotojornalismo brasileiro, e o publicitário Elsinho Mouco, marqueteiro há mais de quinze anos do PMDB, a quem coube zelar pela produção e direção da foto.
"A intenção da foto é passar serenidade e confiança. É tudo o que se espera de um líder que está no comando e tem a missão de tirar o país do caos e resgatar a esperança. Não é um culto à personalidade, mas um compromisso com a ordem e o progresso", disse Mouco.
Não passou idéia nenhuma de serenidade e confiança. Passou, sim, involuntariamente, aquilo que o governo Temer de fato é: o avesso da Democracia! Ahahahahahahahahah!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ricos e Pobres no Brasil: O relatório da Oxfam

 

 Da Revista Forum

Bob Fernandes: “6 mais ricos do Brasil têm fortuna igual a soma da grana de 100 milhões de pobres”

Em comentário na TV, jornalista analisa os dados da Oxfam sobre desigualdade e faz uma relação entre a concentração de rende e problemas como a crise nos presídios ou a calamidade nos hospitais. “O que porções da elite do mundo e o Papa estão pregando é uma reforma do Sistema; Sistema Capitalista. Antes que, como advertem, tudo saia definitivamente do controle e exploda”. Assista
Por Redação
O jornalista Bob Fernandes, em seu comentário desta noite de quarta-feira (18) no “Jornal da Gazeta”, da TV Gazeta, fez uma análise dos dados sobe desigualdade no mundo e no Brasil, divulgados recentemente pela Oxfam. No mundo, 8 homens têm mais dinheiro do que 3,6 bilhões de humanos; metade da população da Terra. No Brasil, os 6 homens mais ricos têm US$ 80 bilhões em patrimônio.
“É preciso somar tudo que têm 100 milhões de brasileiros mais pobres para alcançar a fortuna destes 6 homens e seus grupos..”, complementa o jornalista.
Os 6 mais ricos do Brasil são: Jorge Paulo Lemann, Joseph Safra, Marcell Herrmann Telles, Carlos Alberto Sicupira, Eduardo Saverin, João Roberto Marinho.


Bob expõe esses dados para explicar a origem de vários dos problemas que hoje assolam o mundo.
“O que porções da elite do mundo e o Papa estão pregando é uma reforma do Sistema; Sistema Capitalista. Antes que, como advertem, tudo saia definitivamente do controle e exploda. O que isso tem a ver com nossa barbárie e horror nos presídios, hospitais públicos, com a violência nas ruas, discursos de ódio…? O que tem a ver com quebradeira, com “cortes” que multiplicam desemprego e miséria…? Tem muito, quando não tudo a ver. O Brasil, como se sabe, embora tantos não percebam, é parte periférica desse mundo”
Confira a íntegra de seu comentário:
 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Ricos e Pobres no Mundo: O relatório da Oxfam

 

Do Portal da Agência Brasil

Oito homens mais ricos detêm mesmo patrimônio que a metade mais pobre do mundo




Marieta Cazarré – Correspondente da Agência Brasil



O patrimônio de apenas oito homens é igual ao da metade mais pobre do mundo. Os dados foram divulgados hoje (16) pela Oxfam, organização humanitária que luta contra a pobreza, e mostram ainda que a fatia dos 1% mais ricos detém mais que todo o resto do planeta.

O relatório intitulado "Uma economia para os 99%” denuncia o abismo existente entre os mais ricos e o resto da população mundial e apresenta propostas de ações para uma sociedade mais justa e igualitária.

Entre os dados apresentados no documento há referência positiva ao caso do Brasil, onde os salários reais dos 10% mais pobres da população aumentaram mais que os pagos aos 10% mais ricos entre 2001 e 2012, “graças à adoção de políticas progressistas de reajustes do salário mínimo”.

No entanto, as notícias de maneira geral não são boas. No mundo, a renda dos 10% mais pobres aumentou cerca de US$ 65 entre 1988 e 2011, enquanto a renda dos 1% mais ricos aumentou – 182 vezes mais no mesmo período (cerca de US$ 11.800). Além disso, sete em cada dez pessoas vivem em um país que registrou aumento da desigualdade nos últimos 30 anos.

Ao longo dos próximos 20 anos, 500 pessoas passarão mais de US$ 2,1 trilhões para seus herdeiros – uma soma mais alta que o Produto Interno Bruto (PIB) da Índia, país que tem 1,2 bilhão de habitantes.

Nos Estados Unidos, nos últimos 30 anos, a renda dos 50% mais pobres permaneceu inalterada, enquanto a do 1% mais rico aumentou 300%.

Outro exemplo que o documento cita e que revela o tamanho da desigualdade na distribuição de renda é o Vietnã: o homem mais rico do país ganha mais em um único dia de trabalho do que a pessoa mais pobre vai ganhar em um período de dez anos.

De acordo com a Oxfam, os mais ricos acumulam riqueza de forma tão acelerada que o mundo pode ter seu primeiro trilionário nos próximos 25 anos. A ideia de que uma única pessoa possua mais de um trilhão é tão incrível que a palavra “trilionário” ainda não aparece na maioria dos dicionários. O relatório destaca que seria preciso gastar US$ 1 milhão todos os dias durante 2.738 anos para gastar US$ 1 trilhão.

Outra triste conclusão apresentada é sobre as desigualdades de gênero. De acordo com as tendências atuais, o impacto é maior entre as mulheres, que levarão 170 anos para serem remuneradas como os homens.

A Oxfam afirma que as relações econômicas atuais recompensam excessivamente os mais ricos e propõe, como estratégia para diminuir o abismo entre milionários e pobres, tornar essas relações econômicas mais humanas.

“Governos responsáveis e visionários, empresas que trabalham no interesse de trabalhadores e produtores, valorizando o meio ambiente e os direitos das mulheres, além de um sistema robusto de justiça fiscal são elementos fundamentais para essa economia mais humana”, diz o texto.

O relatório fala ainda em cobrança justa de impostos por empresas e pessoas ricas, a igualdade salarial entre homens e mulheres e a proteção do meio ambiente.

“Combustíveis fósseis têm impulsionado o crescimento econômico desde a era da industrialização, mas eles são incompatíveis com uma economia que efetivamente prioriza as necessidades da maioria. A poluição do ar provocada pela queima de carvão causa milhões de mortes prematuras em todo o mundo, enquanto a devastação causada pelas mudanças climáticas afeta mais intensamente os mais pobres e mais vulneráveis. Energias renováveis sustentáveis podem garantir o acesso universal à energia e promover o crescimento do setor energético respeitando os limites do nosso planeta”.

O relatório da Oxfam foi divulgado um dia antes do início do Fórum Econômico Mundial, que vai debater alguns desses assuntos ao longo desta semana, em Davos, na Suíça. No evento, estarão reunidos os principais atores políticos e econômicos do mundo para discutir, entre outros temas, a questão das alterações climáticas.

Quem são os oito mais ricos do mundo

O estudo da Oxfam cita a lista divulgada pela revista americana Forbes, em março de 2016, com os nomes dos homens mais ricos do mundo à época. Bill Gates, fundador da Microsoft, lidera o ranking, com uma fortuna de US$ 75 bilhões; seguido pelo espanhol Amancio Ortega, fundador da Inditex, empresa-mãe da Zara (US$ 67 bilhões); pelo americano Warren Buffett, acionista da Berkshire Hathaway (US$ 60,8 bilhões); pelo mexicano Carlos Slim Helu, dono da Grupo Carso (US$ 50 bilhões); e pelos americanos Jeff Bezos, fundador e principal executivo da Amazon (US$ 45,2 bilhões); Mark Zuckerberg, cofundador e principal executivo do Facebook (US$ 44,6 bilhões); Larry Ellison, cofundador e principal executivo da Oracle (US$ 43,6 bilhões) e Michael Bloomberg, cofundador da Bloomberg LP (US$ 40 bilhões).

De acordo com o relatório, os 1.810 bilionários (em dólares) incluídos na lista da Forbes de 2016 possuem um patrimônio de US$ 6,5 trilhões – a mesma riqueza detida pelos 70% mais pobres da humanidade.

* Matéria ampliada às 12h50

Edição: Denise Griesinger

Branco no Brasil: racismo à brasileira

Comentário: E ainda tem gente que acredita que vivemos numa democracia racial. O racismo brasileiro é estrutural e institucional. Para atestar isso sempre gosto de fazer a seguinte pergunta quando alguém diz que no Brasil não há preconceito: Com quantos médicos negros você já se consultou em toda a sua vida? O problema é quando ouço alguns dizerem que nas cadeias tem mais negros que brancos porque os negros não se esforçaram suficientemente. Esse é o discurso dos que justificaram a escravidão dos povos africanos como desígnio divino sempre ao lado dos poderosos. Esse pequeno vídeo nos dá a exata dimensão de como se dá o racismo no nosso país. A missão de toda mulher e homem democrata e progressita é lutar para extirpar esse câncer da nossa sociedade. Muito bom o trabalho desses artistas. É muito importante o engajamento desses humoristas para se contrapor ao politicamente incorreto fascista que anda dominando o humor no Brasil. Esse é o papel do verdadeiro humor fazer piada com os ricos e proprietários denunciando toda a sua estupidez, egoísmos, violência e ignorância.

video

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Raulzito para os prefeitos que decretaram que suas cidades pertencem a Deus


Prefeito de Guanambi no Sudoeste da Bahia decreta que a cidade pertence a Deus

Comentários: "Here, there and everywhere"... O Daesh é aqui, lá e em todo lugar!!!

Vejam o link a seguir:

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2017/01/prefeito-de-guanambi-na-bahia-decreta-que-cidade-pertence-deus.html 


Prefeito de Guanambi, na Bahia, decreta que cidade pertence a Deus

Em documento, gestor disse que iria entregar chaves do município a Deus.
Jairo Silveira (PSB) afirmou que a palavra dele é irrevogável.

Do G1 BA
O prefeito da cidade de Guanambi, no sudoeste da Bahia, Jairo Magalhães (PSB), publicou um decreto na segunda-feira (2), primeiro dia útil do ano, que entregou a chaves da cidade a Deus. No documento, o gestor do município declarou também que a cidade pertence a Deus. Ele assumiu o cargo no domingo (1º), e esse foi o primeiro ato dele à frente da prefeitura.
"Declaro ainda que todos os principados, potestades, governadores deste mundo tenebroso, e as forças espirituais do mal, nesta cidade, estarão sujeitas ao senhor Jesus Cristo de Nazaré", afirma o gestor na publicação.
O decreto foi intitulado como "Entrega  da  chave  da  cidade  ao  Senhor Jesus Cristo". Ainda no documento, Jairo Magalhães disse que "cancela todos os pactos realizados com qualquer outro deus ou entidades espirituais". Ele conclui o decreto com afirmação de que a palavra dele é irrevogável.
Jairo Magalhães, prefeito de Guanambi, na Bahia (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Guanambi) 
Jairo Magalhães, prefeito de Guanambi, na Bahia
(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Guanambi)
O prefeito de Guanambi é empresário e foi eleito com pouco mais de 50% dos votos em primeiro turno. Jair também já foi vereador, presidente da Câmara de Vereadores e vice-prefeito de Guanambi.
Por meio de nota, o prefeito de Guanambi informou que a publicação "não teve a intenção de ferir a laicidade e que foi inspirada no preâmbulo do texto constitucional, que invoca o nome de Deus. Jairo Magalhães afirmou ainda que tem  harmonia e respeito com todos que professam, ou não, os mais variados credos.
Na nota, o prefeito também pede desculpas pelo decreto e disse que não teve a intenção de ofender nenhum cidadão ou religião. O gestor de Guanambi conclui o esclarecimento com a afirmação de que a obrigação dele é de "governar para todos, primando pelo diálogo inter-religioso, sem distinção de qualquer natureza".
Por conta do decreto, o procurador Rômulo Moreira, do Ministério Público da Bahia (MP-BA), fez uma representação nesta terça-feira (3), onde solicitou à procuradora geral, Edine Lousado, que entre com uma ação contra o prefeito Jairo Magalhães. A Procuradoria Geral de Justiça vai avaliar a representação do procurador e, caso seja aceita, haverá uma ação direta de inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-BA) para anular o decreto.
  •  
Prefeito de cidade de Guanambi, na Bahia, diz em decreto que cidade pertence a Deus (Foto: Reprodução/Diário Oficial de Guanambi)Prefeito de cidade de Guanambi, na Bahia, diz em decreto que cidade pertence a Deus (Foto: Reprodução/Diário Oficial de Guanambi)

Santo Antônio de Pádua/RJ e a Laicidade do Estado

Comentários: E a pergunta que não quer calar: Onde fica o Estado laico?