Visitantes

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Estudantes Chilenos lutam por Universidade Pública

Comentário: Viva a luta dos estudantes chilenos!!!

Estudantes retomam protestos e entram em conflito com polícia


Milhares de estudantes voltaram a sair às ruas no Chile para pedir um ensino público gratuito e de qualidade. Em Santiago, os protestos juntaram mais de 10 mil pessoas e houve pelo menos 139 detenções, segundo as forças de segurança.


 estudantes Novas manifestações no Chile
Os estudantes juntaram-se em vários locais definidos pela Assembleia Coordenadora de Estudantes do Secundário (ECES) e começaram a desfilar em direção à autarquia de Santiago, contou o diário La Tercera. A entoar palavras de ordem, com faixas e tambores, desfilaram escoltados pela polícia. Em frente à autarquia, entraram em confronto com os oficiais.

Pelo menos 139 pessoas foram detidas durante os protestos que começaram na quinta-feira, segundo um relatório preliminar apresentado por um responsável das forças de segurança, general Luis Valdés, que adiantou ter havido pelo menos 12 desfiles de estudantes em todo o país.

Vários incidentes ocorreram já na fase final dos protestos. “Houve 18 polícias feridos, três com gravidade, com fraturas, mas o balanço é positivo”, disse Valdés ao La Tercera. No centro de Santiago, os cerca de três mil manifestantes que se juntaram na Plaza de Armas, em frente à autarquia, procuraram desfilar por uma avenida principal mas a polícia impediu-os com jatos de água. O protesto passou também pela ocupação de estabelecimentos de ensino – cerca de uma dezena de escolas secundárias na capital e meia centena a nível nacional, segundo as organizações estudantis.

O protesto juntou sobretudo alunos do ensino secundário mas contou também com o apoio dos universitários que já por diversas saíram à rua. Desta vez, e tal como em protestos anteriores, pediu-se uma maior participação do Estado no financiamento do ensino público.

Para além de Santiago, houve manifestações em várias cidades do país que não tinham sido autorizadas. O movimento estudantil ressurge agora com uma mobilização nacional e novas manifestações, depois de, no ano passado, os estudantes chilenos terem saído à rua para reclamar uma educação pública gratuita e gerida pelo Governo central e não pelos municípios no caso do ensino básico e secundário, como acontece atualmente, o que, segundo as organizações estudantis, afeta a qualidade do ensino.

No final de 2011 o movimento estudantil protagonizou alguns dos mais intensos protestos dos últimos anos no Chile e obteve do governo um aumento de 10% no orçamento para a Educação. Mas algumas reivindicações não foram atendidas e, há duas semanas, os estudantes do secundário iniciaram um novo processo de mobilização que está a ser dos principais desafios ao governo de Sebastián Piñera.

A popularidade do presidente ronda agora os 27%, apesar de o crescimento econômico ser de 5,5%, segundo dados do Centro de Estudos Públicos chileno (CEP), sublinhou o El País. Ainda no último domingo, Piñera deixou um recado aos estudantes ao dizer que “no país ouve-se muito ruído e gritos, mas a forma de avançar não é com ocupações, violência ou cocktails molotov”.

Esta contestação ocorre quando faltam dois meses para as eleições municipais de Outubro no Chile. Segundo uma sondagem do CEP, divulgada na terça-feira, a educação é uma das principais preocupações dos chilenos. Só 12% da população acredita que o governo está a agir “bem ou muito bem” neste setor, segundo este estudo, enquanto 57% refere que a atuação do Executivo de Piñera é “má ou muito má”. Cerca de 30% apoia o movimento estudantil (menos 5% do que no ano passado), um apoio superior aos 23% alcançados pelo governo.

Com Público

Estátuas para Stálin

Comentário: Acrescento palavras à declaração da líder comunista ucraniana: "É preciso honrar ao líder que comandou a luta pela liberdade dos povos do mundo". 

Do Portal Vermelho

Comunistas ucranianos erguerão 4 novas estátuas de Stálin



A seção ucraniana do Partido Comunista de todos os Bolcheviques da União, organização fundada com o fim do velho Partido Comunista da União Soviética, anunciou que vai levantar quatro estátuas em honra a Josef Stalin no país.


Estátua erguida em Zaparíjie
A organização, reagrupada pela cientista social e militante Nina Andreieva, vai erguer as estátuas nas cidades de Kíev, Lviv, Odessa e Dniepropetrovsk.

O partido já ergueu estátuas para o ex-líder soviético e dirigente do PCUS nas regiões de Zaparíjie, Doniets, Sumi e Kharkiv.

Os comunistas informaram que é "um dever sagrado honrar a quem deu a liberdade nacional ao povo ucraniano". A direita filonazista do país incomodou-se com a notícia, taxando-a de provocação direta.

Com informações do blog La Conquista de La Civilización Socialista

terça-feira, 21 de agosto de 2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012

José Arruela da Semana: Gusttavo Lima, o tal Tchê Tchê Rere

Comentário: A DECA subiu à cabeça do tal Tchê Tchê ReRe. Ficou doidão e acha que é o Kurt Cobain. Esse sucesso volátil sobe rápido pra cabeça, hehehehehe. Fala sério, José Arruela! 
Kurt quebrava tudo no palco: guitarra, baixo, bateria. Mas na plateia não tinha menininha de 10 anos. Se voasse pedaço de guitarra, nos shows do Nirvana, elas acertariam marmanjos e bitelas.
 Kurt quebra uma de suas guitarras no palco.

 

Gustavo Lima quebra guitarra, ´´fere fã´´

Uma brincadeira feita por Gustavo Lima, durante show em Bauru, no interior de São Paulo, acabou mal. Segundo o telejornal Bom Dia Brasil, da Globo, uma fã levou dois pontos na cabeça após ser atingida por parte de uma guitarra, após ter sido quebrada pelo cantor no palco, na noite de sábado (11). Um boletim de ocorrência foi registrado pelo pai da menina Rosemary, de 10 anos, que foi atingida na cabeça po rum pedaço do instrumento. Ela estava na primeira fila. Ainda segundo o telejornal, a menina foi socorrida e levada por um segurança do evento até a enfermaria, com dois cortes na cabeça, onde recebeu o primeiro atendimento. E antes de ir para o hospital, ela foi ao camarim do cantor. A menina ganhou fotos autografadas, um CD e um pedido de desculpas de Gustavo, que atualmente faz sucesso com o hit Balada Boa (Tchê Tchê Rere): Em seguida, os produtores do cantor sertanejo levaram a criança até um hospital da cidade. Em um dos cortes foi preciso dar dois pontos. Apesar de todo o amparo à menina por parte do estafe do cantor, a família da menina decidiu registrar o boletim de ocorrência por lesão corporal culposa, quando não há a intenção de ferir. A menina continua fã de Gustavo e não quer que falem mal dele perto dela. Gusttavo Lima passou a noite em um hotel e foi embora na manhã de domingo (12). Através de sua assessoria, o sertanejo disse que prestou toda a assistência médica necessária à menina e que ainda vai arcar com as despesas
 


Imagem Insólita 11

Foto: Isaack Encarnação


Foto: Isaack Encarnação


Comentário: Mamãe Quero-Quero protege seu ninho no IFF Campus Itaperuna

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Parabéns Fidel por seus 86 anos

Comentário: Por todos los tiempos, Comandante!!!

 

Do Portal Vermelho

Fidel: Um tempo bem vivido, pela Revolução e o socialismo


Neste 13 de agosto, transcorre o aniversário do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, que completa 86 anos. Um tempo bem vivido, quase todo dedicado à sua pátria, à Revolução Cubana, à emancipação dos trabalhadores de todo o mundo, às grandes causas da humanidade, à paz e cooperação entre os povos.

Por José Reinaldo Carvalho, editor do
Vermelho



Não por culto à sua personalidade, mas porque Fidel representa muito, ele recebe nesta data as homenagens do povo cubano e de milhões e milhões de amigos e admiradores em todo o mundo, entre estes estadistas e governantes, políticos, militantes, ativistas sociais e membros de associações de amizade e solidariedade com Cuba.

Fidel já não é o dirigente do governo de Cuba nem do Partido Comunista, onde já foi o principal titular, ocupando os seus mais destacados cargos. Mas de sua figura é inseparável a condição de comandante da Revolução Cubana.

Para os militantes revolucionários, lutadores pela causa do progresso social e emancipação da humanidade em todo o mundo, Fidel é a personalidade mais lúcida de nossa época, a voz mais enérgica na denúncia dos crimes do imperialismo, o pensamento mais agudo a interpretar os gravíssimos problemas políticos e socioeconômicos atuais e a orientar os povos em luta por liberdade, independência, autodeterminação, progresso social, justiça e pelo socialismo.

Inteiramente dedicado à batalha das ideias, da qual se assumiu como soldado, atua como um líder, seguido e cultivado por quem perscruta os caminhos para levar adiante a luta dos povos nas novas condições históricas. “A vida sem ideias de nada vale. Não há felicidade maior que a de lutar por elas”, disse em uma das suas reflexões, há cinco anos.

E que ideias defende Fidel, o que o distingue de outras figuras de sua época? Nada mais que os principios, a visão estratégica, a comprensão profunda daquilo que causa as infelicidades e catástrofes que assolam a humanidade: o sistema capitalista, o imperialismo, a orientação espoliadora, de opressão e guerra aos povos e nações, uma orientação que conduziria ao inevitável desastre se não se organizasse uma luta consequente de resistência e oposição.

O aniversariante de hoje desenvolveu ao longo dos anos a rebeldia, o espírito revolucionário, o patriotismo, o anti-imperialismo, assimilou e desenvolveu o marxismo-leninismo e disso nunca se afastou. No momento em que Cuba arrostava as piores dificuldades, em que era brutal a ofensiva do imperialismo e terrível o bloqueio, Fidel comandou a resistência. Com pulso firme, segurou a bandeira, manteve Cuba no caminho do socialismo e comandou a continuidade histórica da Revolução.

Quando, no início dos anos 1990, a contrarrevolução grassava em toda a parte, o líder da Revolução Cubana deu histórica entrevista à imprensa internacional. Naquele momento, estava em voga vaticinar que o socialismo em Cuba desapareceria no “efeito dominó” da queda dos governos socialistas em países do Leste europeu.

Dizia Fidel perante boquiabertos jornalistas: “Cuba é o símbolo da resistência. Cuba é o símbolo da defesa firme e intransigente das ideias revolucionárias. Cuba é o símbolo da defesa dos princípios revolucionários. Cuba é o símbolo da defesa do socialismo” (...) “O povo cubano vai saber estar à altura de sua responsabilidade histórica”... “E aqueles que mudaram de nome, não sei a quem vão enganar com isso! Imaginem que amanhã nós mudemos de nome e digamos: Senhores, o congresso aprovou que em vez de Partido Comunista de Cuba nos chamemos Partido Socialista de Cuba, ou Partido Social-Democrata de Cuba. Vocês creem que realmente mereceríamos algum respeito? Porque os que mudam de nome são os que mudaram de ideias ou perderam toda a sua confiança nas ideias, perderam suas convicções.” (3 de abril de 1990).

Fidel tem sido um mestre no estudo da realidade concreta, na busca de soluções originais, de acordo com as peculiaridades nacionais, para os problemas de sua época. Marxista-leninista convicto, estudou a fundo também o pensamento de José Martí, o líder da luta pela independência de Cuba. Fundiu na sua obra e ação política o pensamento marxista-leninista e o martiano e armado com esses pressupostos ideológicos educa a jovem geração.

Podemos afirmar sem risco de erro que na história da humanidade e da luta pela libertação dos povos de todo tipo de opressão e exploração, muito poucos líderes deram contribuição tão destacada como Fidel.

Entre estas contribuições, é indispensável ressaltar a Revolução Cubana, a defesa das suas conquistas, a épica luta contra o imperialsimo, que tentou e tenta de todas as maneiras estrangular a nação, a solidariedade internacionalista com todos os povos, o exemplo edificante para o desenvolvimento da luta anti-imperialista na América Latina.

O nosso continente não seria o que é hoje, acumulando vitórias políticas contra o imperialismo e as oligarquias, sem a obra teórica e prática de Fidel, sem o exemplo inspirador e pedagógico da Revolução Cubana.

Ultimamente, Fidel tem dedicado suas reflexões para chamar a atenção a dois graves problemas que assolam o mundo nos dias atuais: a ameaça nuclear e a destruição da natureza. Não é à toa que alguns estadistas que tomaram a palavra na recente conferência Rio+20 realizada no Brasil citaram as suas reflexões, especificamente sobre a questão ambiental. E que sua luta contra a hecatombe nuclear seja sempre mencionada pelos ativistas do Conselho Mundial da Paz.

Ao parabenizar Fidel Castro no transcurso do seu 86º aniversário, a melhor homenagem que podemos fazer é dizer que estamos ao seu lado na luta à qual dedica o melhor dos seus esforços: a libertação dos cinco heróis cubanos presos injustamente em cárceres dos Estados Unidos. A resistência de Antonio Guerrero, Gerardo Hernandez, Fernando González, Ramon Labañino e Renê González é também uma virtude inspirada nos ensinamentos de Fidel.
 

domingo, 12 de agosto de 2012

Volei Feminino do Brasil é OURO em Londres


Comentário: Sem palavras... Valeu meninas!!! Emoção ver o hino nacional e a bandeira do Brasil no alto.

Grande Vitória no Boxe com Esquiva Falcão

Comentário: A história dos irmãos Falcão (Yamagushi e Esquiva) é uma lição de superação. As reportagens que foram ao ar mostrando como o pai (Touro Moreno) treinava os filhos utilizando de bananeiras deram o tom do poder transformador do esporte. Nascidos em uma família grande (uns falam em 9 outros em 11 filhos) esses jovens poderiam trilhar um caminho que tem sido o percorrido por muitos que vivem nas periferias das cidades, mas o boxe e a determinação dos pais os colocaram no caminho da vitória. Isso é bonito de se ver. Que no retorno ao Brasil eles possam ter o apoio de que necessitam para continuarem nesta luta cotidiana. Valeu Esquiva, valeu Yamagushi!

Família Falcão em Serra, Grande Vitória (ES)
Os feras

 

Pais de Yamaguchi e Esquiva Falcão relatam o orgulho pelas medalhas dos filhos nas Olimpíadas

Eles assistiram à luta de de Yamaguchi direto da Record e o que não faltou foi emoção


Pais de Yamaguchi não se seguram ao assistir à luta do filho. Crédito: Antonio Chahestian
Gabriel Vendramini, do R7
Yamaguchi é bronze! Depois de uma rotina suada, disputada, com muitas lutas seguidas, socos e concentração, o pugilista brasileiro chegou a semifinal do boxe dos Jogos Olímpicos categoria até 81 kg e não decepcionou, garantindo a medalha, mesmo com a derrota para o russo Egor Mekhontcev.
Direto dos estúdios da Rede Record em São Paulo, os pais de Yamaguchi e Esquiva Falcão, que disputa o ouro neste sábado (11), às 17h30 na categoria até 75 kg, dona Maria Olinda e seu Adegarde, conhecido como Touro Moreno, assistiram à semifinal de Yamaguchi. Os dois sofreram junto com o filho, teceram seus comentários e comemoraram muito a conquista inédita dos irmãos pugilistas para o boxe brasileiro.
A mãe disse que o filho se apavorou, mas que o orgulho é grande pelos seus meninos estarem na “terra da Rainha”:
- O Yamaguchi não lutou bem, não soltou a pegada que ele é acostumado a soltar. Se ele tivesse estudado o rapaz, como estudou o cubano, com certeza o ouro estaria mais perto. Para mim é uma emoção muito grande, estou alegre que eles foram a terra da rainha, coração bate forte, seria melhor se o Yamaguchi trouxesse o ouro, mas em 2016, teremos ouro.
Touro Moreno, como bom treinador que é, foi crítico, apontou o que ele considerou os erros do filho no combate e elogiou o adversário que venceu:
- O russo foi melhor, foi habilidoso, gostei do pugilista. Acredito que meu filho esteja cansado da rotina, preocupado com o peso. Mas o adversário era forte, fisicamente e tecnicamente. Achei que o Yamaguchi entrou nervoso, porque sabia que o adversário era bom, queria matar, derrubar o cara. Não é esse o boxe. Ele tinha a obrigação de estudar o adversário no primeiro round e segurar. Mas aconteceu, ele foi pra cima. Não soube esquivar, tomou pancada na guarda, ficou zonzo e deu sorte de não ter caído.
O pai de Yamaguchi e Esquiva, com cinquenta anos de boxe, deixou escapar que a emoção ao ver os filhos em ação é grande e afirmou que tem de segurar as lágrimas, a tensão e a euforia, seja na vitória ou na derrota.
- Tem que segurar para não gesticular, vem a lágrima, dá tremedeira. Quando eles estão vencendo é mais fervoroso, dá vontade de derrubar o cara junto e quando está perdendo a gente encolhe, fica preocupado, com medo de tomarem um nocaute, passar mal. E quando está ganhando a gente se agarra, se beija. Mas não perdemos, somos bronze.
Para fechar, Touro Moreno relatou o orgulho de ter seus garotos na elite dos boxeadores brasileiros e ressaltou a origem humilde e as dificuldades que a família e os filhos passaram:
- Nunca ouvi falar que dois irmãos foram para as olimpíadas e conseguiram medalha. A origem deles é humilde e vieram de dificuldade de vida, com pai e mãe desempregado. Vieram da pedreira. O que eles fizeram foi inédito e isso é muito bom. Estou feliz pelas duas medalhas e pela competição. Só de ter meus filhos nas Olimpíadas, já sou um pai feliz.

Boxeador brasileiro contesta medalha de prata em Londres 2012

Esquiva Florentino Falcão entendeu que pontuação na foi justa na final


Do R7
Esquiva Florentino Falcão ficou contente com a medalha de prata conquistada neste sábado (11) em Londres 2012, mas sabe que a decisão dos árbitros foi um tanto polêmica. O brasileiro perdeu para japonês Ryota Murata pelo placar de 14 a 13 depois de ter descontado um ponto.
— Estou muito feliz, de cabeça em pé porque sei que ganhei essa luta. Fiz meu máximo, todo mundo viu, todo mundo me aplaudiu e acho que tinha de vencer ela.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Regulamentação da Profissão de Físico

Comentário: Me recordo que nos idos de 1996, durante o XV Encontro Nacional dos Estudantes de Física (ENEFIS) na Universidade Federal de Viçosa, discutíamos a necessidade dessa regulamentação da profissão de Físico. Importante conquista para a inserção dos Físicos na indústria e na produção de conhecimento científico e tecnológico.



Do Boletim da Câmara

Câmara aprova regulamentação da profissão de físico

A Câmara aprovou proposta que regulamenta o exercício da profissão de físico. A medida está prevista no Projeto de Lei 1025/11, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP). Segundo o projeto, o físico precisará de registro prévio em órgão competente do Poder Executivo para exercer a profissão. Esse registro será exigido 180 dias após a instalação dos conselhos regionais da categoria. O projeto já havia sido aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público e foi aprovado hoje pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Como tramitava de forma conclusiva, o texto segue para o Senado, a não ser que haja recurso para análise em Plenário. O relator, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), foi favorável à proposta.
De acordo com a proposta, poderão atuar como físicos:
- os diplomados em Física por estabelecimentos de ensino superior, oficiais ou reconhecidos;
- os diplomados em curso superior similar, no exterior, após a revalidação do diploma, nos termos da legislação em vigor;
- os que, até a data da publicação da nova lei, obtiveram o diploma de mestrado em Física, em estabelecimentos de pós-graduação, oficiais ou reconhecidos, permitindo-se ao portador de diploma de doutorado em Física, obtido a qualquer tempo, o direito pleno do exercício da profissão;
- os que, à data da publicação da lei, embora não diplomados nas condições anteriores, venham exercendo efetivamente, há mais de quatro anos, atividades atribuídas ao físico.

Atribuições
O texto do projeto também determina as atribuições do físico, entre as quais:
- realizar pesquisas científicas e tecnológicas nos vários setores da Física ou a ela relacionados;
- aplicar princípios, conceitos e métodos da Física em atividades específicas envolvendo radiação ionizante e não ionizante, estudos ambientais, análise de sistemas ecológicos e estudos na área financeira;
- no âmbito da sua especialidade, projetar, desenvolver, construir e fazer manutenção de equipamentos e sistemas em instrumentação científica, fontes de energia, instalações nucleares, proteção de meio ambiente, telecomunicações, integração de sistemas eletrônicos e ópticos;
- desenvolver programas e softwares para computadores baseados em modelos físicos.

Valeu Basquete Masculino do Brasil nas Olimpíadas 2012

 Marcelinho Huertas em ação


Comentário: Desde o Pré-Olímpico de Basquete que venho acompanhando esses atletas que estão lutando para colocar o nosso basquete entre os melhores do mundo, lugar em que já esteve na época de Mão Santa e Cia Ltda. Foi emocionante a conquista da vaga e mais emocionante os jogos em Londres. A crise de nosso basquete tem a ver com o recrutamento dos "girafas" pelo voleibol, a falta de ídolos como Oscar, Guerrinha, Marcel, e também a má gestão dos cartolas da confederação. Mas os caras fizeram bonito em Londres, sim! Aquela cesta dos russos faltando 3 s pro final do jogo foi adrenalina pura. Um balde de água fria. Fomos pra cima da Espanha e ganhamos. Dizem que a seleção espanhola facilitou, muy bien, mas como disse Oscar: "Os deuses do esporte costumam ser justos", portanto cuidado Espanha. Agora acabou um grande jogo em que perdemos por uma diferença de 5 pontos para os argentinos, aliás um grande selecionado. Por falar em argentino: "Viva Ruben Magnano!!!" Grande técnico!!! Destaco as palavras dele quando perguntado se ele iria instruir seus jogadores a perder pra Espanha: "Se eu pedir aos meus comandados para perder agora (da Espanha), como vou pedir pra ganhar depois." Parabéns, Nenê, Varejão, Leandrinho, Spliter (que vieram da NBA) e os grandes Marcelinho Machado, Marquinhos, Alex, Giovanoni, Larry Taylor (gringo brasileiro) e ao maior de todos Marcelinho Huertas, esse é o cara!!! Valeu Brasil!!! Em 2016 tem mais pro nosso basquetebol. Que a mulecada comece a praticar basquete e que possamos ter pódio no Rio. Eu vou comprar ingresso com um ano de antecedência pra ver pelo ao menos uma partida dessa moçada!!!

Faleceu o itaocarense "Magro" do MPB4

Do blog O VAGALUME

 

 O ITAOCARENSE "MAGRO", DO MPB4, MORREU EM SP

Antônio José Waghabi Filho, carinhosamente chamado Magro, nasceu em Itaocara em 14 de novembro de 1943. Compositor, arranjador e vocalista, integra, ao lado de Rui, Aquiles e Miltinho, o quarteto MPB4, o principal grupo vocal masculino da música popular brasileira. A última apresentação de Magro com o grupo foi no dia 8 de junho.
Segundo a família, o velório será na Beneficência Portuguesa de São Paulo, no bairro de Paraíso, na Zona Sul da capital paulista, pela manhã desta quarta. O corpo será cremado nesta quinta (9), no Cemitério da Vila Alpina, na Zona Leste.
Começou seus estudos de piano com Pepita Machado ainda em Itaocara. Na cidade natal, fez parte, como segundo clarinetista, da banda de música Sociedade Musical Patápio Silva. Em 1959, mudou-se para Niterói (RJ), onde estudou com Eumir Deodato e Guerra Peixe (teoria musical), Isaac Karabtchewsky (regência) e Vilma Graça (solfejo), além de ter recebido orientação na prática de arranjos instrumentais com o maestro Lindolpho Gaya.
No MPB4, inicialmente atuando como vocalista, instrumentista e arranjador vocal, a partir do segundo disco do grupo ele passou a assinar também composições e arranjos instrumentais, tendo participado diretamente da elaboração de 30 trabalhos do grupo. Entre eles, os arranjos vocais para as canções: Lamentos (Pixinguinha e Vinícius de Moraes), Roda Viva (Chico Buarque), Cálice (Gilberto Gil e Milton Nascimento). Com o grupo MPB4 foi ganhador de três prêmios Sharp na categoria Melhor Grupo Vocal. O uníssono é perfeito, as vocalizações (quase sempre escritas por Magro) mudaram o conceito de arranjo vocal e ainda hoje constituem a fórmula em que se baseiam os arranjos vocais. O conjunto de seus discos memoráveis forma uma antologia do que melhor se produziu na MPB - afinal, eles são homônimos da sigla e de certa forma responsáveis por ela.


terça-feira, 7 de agosto de 2012

Romário Comentarista na Olimpíada


 Romário na Copa de 1994. "O peixe é o cara!"

Palavras do comentarista Romário no jogo Brasil X Coréia do Sul: " Na minha época de jogador quando o treinador dava ordem errada eu não cumpria".

Esse é o baixinho, hehehehehehehehehehehehehehe.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Falecimento do Prof. Fernando Amorim


Comentário: Faleceu o Prof. Fernando Amorim, Professor da UFRJ e vice-presidente do PROIFES. Participou ativamente do movimento docente nacional.
Infelizmente não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, mas tive alguns contatos telefônicos em que pude constatar a sua disposição para o debate de ideias e para esclarecer minuciosamente os motivos e as causas de por que lutava e para que lutava. Era professor até pelo telefone.
Perde-se um combativo militante na luta por uma educação pública e de qualidade e por um Brasil mais justo.
Como lembrado pelo Prof. Diorge Konrad as palavras de um ditado de Guiné-Bissau: " Quando um homem morre é como se uma biblioteca inteira se incendiasse".

Faleceu na noite de quinta feira o camarada Fernando Antônio Sampaio de Amorim. Professor da UFRJ há 32 anos, lotado no Programa de Engenharia Naval da Coppe e membro do PCdoB desde março de 2001 onde foi membro da direção do Comitê Municipal do Rio de Janeiro.


 F Amorim
 Camarada Professor Fernando Amorim.

Foi diretor da Associação Nacional de Docentes – ANDES; da Associação dos Docentes da UFRJ – ADUFRJ e atualmente era Vice Presidente do PROIFES-Federação e Presidente do PROIFES e representava os professores do Centro de Tecnologia da UFRJ no Conselho Universitário.

Foi também Pró-Reitor de Patrimônio e Finanças da gestão do comunista Horácio Macedo de 1985-1989, histórica reitoria que abriu as portas da universidade para atividades de extensão em toda a Comunidade da Maré.

Ao lado dessa intensa atividade sindical e na frente institucional, defendeu em 1987 seu doutorado e nos últimos oitos anos teve uma intensa atividade acadêmica voltada para atividades de extensão universitária e educativas voltadas para as áreas da engenharia naval. Foi o coordenador do Curso de Qualificação de Técnicos para a Indústria Naval (Tec-Naval) que iniciou a sua trajetória em 2007, quando um grupo de professores da UFRJ percebeu a necessidade de formar técnicos para atuar na indústria naval. Os estaleiros, após 10 anos fechados ou com pouca atividade, voltaram a crescer no Estado do Rio de Janeiro e ocorria problemas relacionados na falta de mão de obra qualificada. Esse curso que vigora até a presente data trabalha com a noção que educação para o trabalho ainda é um grande desafio para os educadores no Brasil. O curso rompe com a prisão das grades curriculares, das disciplinas estreitas — que não conseguem dar conta da complexidade do mundo do trabalho, nem da complexidade dos currículos tradicionais.

Em Macaé, ele implantou o Colégio Municipal de Pescadores. Curso formado por filhos de pescadores que recuperava toda a cadeia de produção de barcos de madeira que hoje está praticamente extinta em nosso país. Fruto de grande repercussão desse trabalho, mais tarde fundou o Colégio Politécnico da UFRJ na cidade de Cabo Frio que começou suas atividades em 2008 com duas turmas de 6º ano e duas turmas de 1ª série do ensino médio.

Este primeiro ano de atividades teve como objetivo principal formar a equipe de professores e desenvolver a metodologia de ensino e aprendizagem, inteiramente baseada em projetos, com nova configuração da organização dos conteúdos. As metodologias que estão sendo desenvolvidas estão centradas nas atividades dos alunos. Pretende-se através da educação pelo trabalho criar uma abordagem politécnica e interdisciplinar.

Anualmente ele coordenava dois festivais voltados para o Mar nas cidades de Macaé, Búzios, Arraial do Cabo e Paraty. O último, em novembro de 2011, realizou-se na Praça da Matriz, na cidade de Paraty, a Festa do Mar e do Sol. Em sua segunda edição na cidade, foi também a segunda vez em que o evento aconteceu paralelamente ao Desafio Solar Brasil. A festa que é organizada pelo Museu da Ciência e da Cultura do Mar – Museu do Mar, (um projeto do Núcleo Interdisciplinar UFRJMar), contou com mais de quinze oficinas, dentre elas algumas que foram desenvolvidas fora da tenda principal (como, por exemplo, a oficina de Mergulho que funcionou em parceria com a oficina de Biologia sobre a Vida Marinha). Os eventos do UFRJMar levavam oficinas de várias unidades da UFRJ tendo o mar como tema principal.

Hoje no velório de Fernando toda a Reitoria, os decanos, diretores de diversas unidades, ex e atuais alunos das várias atividades que ele coordenou estiveram na Praia Vermelha para prestar homenagens ao grande batalhador da educação como inclusão social que foi Fernando Amorim.

Ao lado do seu caixão estavam as bandeiras da UNE, do PCdoB e da UFRJ.

Fernando era casado com a Professora Eleonora Ziller Camenietzki, que hoje dirige a Faculdade de Letras da UFRJ, tinha cinco filhos . Na sua despedida Daniel Iliescu (presidente da UNE) se dirigiu aos jovens presentes e disse que todos ali eram os filhos do Fernando que ele formou ao longo desses anos e esse era o grande legado. Disse do seu último encontro com Fernando quando a
UNE ocupou Brasília pela aprovação dos 10% da educação no PNE e Fernando como dirigente do PROIFS estava junto com eles. Flavia Calé (Presidente da UJS) falou de como ele mostrou que na prática os projetos podem fazer mudanças profundas na estrutura elitista da universidade. Falou das lutas de Fernando pela expansão de vagas das universidades e a democratização do seu acesso.

A camarada Ana Rocha (Presidente Estadual do PCdoB) falou que ele era alguém que lutava pelo que acreditava de peito aberto. Um camarada firme e intransigente nas suas convicções do socialismo. Será sempre lembrado pelo seu sorriso e a maneira ativa e combativa de lutar e de defender suas ideias.

O Professor Carlos Levi (Reitor da UFRJ) disse que era com muita tristeza que recebemos a notícia do súbito falecimento do professor Fernando Amorim, figura com atuação marcante e intensa na história da UFRJ, como demonstram as inúmeras funções que desempenhou e diferentes projetos e atividades que liderou ao longo de sua trajetória em nossa universidade. Disse que acompanhou a vida profissional do professor Fernando desde seu tempo de aluno de Engenharia Naval e depois como colega de Departamento. Conheci, portanto, desde cedo, a combatividade de suas convicções e ideias. Sua perda acontece num momento em que a UFRJ mal se recupera da despedida do nosso ex-reitor, Aloísio Teixeira, agravando ainda mais nossos sentimentos de luto e pesar. Ficam suas lembranças e muitas saudades com a família, amigos, companheiros de trabalho e alunos.


Ao final os presentes cantaram a Internacional ao som do violonista Eduardo Camenietzki da Escola de Musica da UFRJ e aplaudiram longamente. A professora Eleonora Ziller encerrou a cerimônia, agradecendo a presença de todos dizendo que em breve iremos passear com os barcos de Fernando na Baía de Guanabara para jogar suas cinzas e fez a chamada dos outros comunistas que faleceram na luta pela universidade ao lado de Fernando: Samira Mesquita e Horácio Macedo.


*Texto: Professor Hélio Mattos Alves

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Thomaz Bastos deixa defesa de Cachoeira

Comentário: Um ex- ministro da Justiça da República Federativa do Brasil defendendo um bandido é sem dúvida um absurdo. E a reserva moral da nossa justiça? Fica onde?  

 De que ri Thomaz Bastos? Acho que é da gente.

 Charge de Chico Caruso

Do Correio do Brasil

Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos desiste de defender Carlinhos Cachoeira

Por: Luciana Lima, da Agência Brasil

Publicado em 31/07/2012, 12:42

Última atualização às 12:42
Tweet

Brasília – O escritório do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos deixa hoje (31) a defesa do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. De acordo com a advogada Dora Cavalcanti Cordani, que pertence ao escritório, a petição informando a saída do caso será protocolada hoje.
Ela informou ainda que a saída não guarda relação com a suposta tentativa de suborno por parte da mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça. Segundo a advogada, já havia um acordo com a família de Cachoeira que previa a saída após as audiências na 11ª Vara Federal em Goiânia ocorridas na semana passada.
“Tínhamos combinado que após as audiências começaríamos a transição para um outro escritório escolhido por eles. Estamos em reunião com a família e acho que até o final da semana já poderemos repassar o processo”, explicou a advogada. Thomaz Bastos já estava fora do caso há duas semanas. Ele foi ministro da Justiça na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Cachoeira é acusado de envolvimento em um esquema de jogos ilegais e de liderar uma organização criminosa que teria cooptado políticos e empresários. Ele está preso desde o dia 29 de fevereiro, em Brasília. Ontem (30), a mulher de Cachoeira foi detida sob suspeita de tentar subornar o juiz responsável pela investigação Alderico Rocha Santos.
Andressa prestou depoimento na Polícia Federal em Goiânia, foi liberada, mas terá que pagar R$ 100 mil de fiança. Além disso, Andressa – considerada pelo Ministério Público como mensageira do grupo de Cachoeira – ficou impedida de ter contato com os réus no processo, inclusive com seu marido. Caso ela desrespeite essa determinação, poderá ser presa.