Visitantes

domingo, 3 de julho de 2011

Quem ganha com a fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour? Parte II

 Charge do Nani

 

Fusão Pão de Açúcar/Carrefour pode ser um 'horror', diz Firjan

CIRILO JUNIOR
DO RIO

A fusão entre Pão de Açúcar e Carrefour poder ser um 'horror', disse nesta sexta-feira o presidente da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.
Para ele, o negócio, se concluído, pode gerar desemprego, por 'estrangular' o canal de distribuição e pelo poder que a empresa terá junto aos produtores.
Gouvêa Vieira disse que já expôs ao ministro do Trabalho, Carlos Lupi, e ao presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho, pesquisa que mostra que a maior parte do empresariado é contrária à fusão.
"Espero que o governo repense. É impossível se concordar. O interesse da sociedade, do consumidor, do produtor, de todos, é inverso. Inclusive essa questão de internacionalização, não vi nada. Por quê uma empresa que não exporta hoje vai exportar depois? A troco de quê?", questionou.
Segundo o executivo, o presidente do BNDES sinalizou que só daria apoio caso a oferta não fosse hostil, e se todos os acionistas estiverem de acordo.
O presidente da Firjan lembrou ainda que a tese de se criar uma companhia nacional forte não se sustenta. "A nova companhia será também de capital majoritariamente francês, hoje e amanhã", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preencha o formulário: