Visitantes

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Partido Comunista da China comemora 90 anos



Fundado em 1º de julho de 1921, o Partido Comunista da China, preparou festas em várias cidades e grandes superproduções que chegam às salas de cinema nos próximos dias. As livrarias estão repletas com edições comemorativas e os museus vestiram-se de vermelho, com exposições evocativas.Em 61 anos de governo, em uma aliança com oito outros partidos, restaurou a prosperidade e dignidade dos chineses, sepultando o período que entrou para a história do país como “o século de vergonha e humilhação”, a época pré-revolucionária, na qual o país esteve dominado por algumas potências coloniais ocidentais.

Nesta quinta-feira (30), o governo chinês comemorou o aniversário com a inauguração de grandes obras de infraestrutura, com dois projetos fundamentais para a economia nacional.

O primeiro é o esperado trem de alta velocidade que liga Pequim e Xangai. A segunda grande obra é a ponte Haiwan, na baía de Qingdao, que, com 42,5 km de extensão, torna-se a ponte mais longa do mundo sobre o mar.

Porta-aviões

Embora não haja nenhuma confirmação oficial, espera-se também que a China aproveite a data para testar em águas abertas o primeiro porta-aviões de suas forças armadas, aumentando o prestígio do Exército Popular de Libertação.

O aniversário vem acompanhado ainda de quase 30 filmes contando a história do PCCh, alguns protagonizados por astros internacionais chineses como Andy Lau e Chow Yun-fat, que chegam às salas de cinema nos próximos meses, implicando no adiamento de estreias mais comerciais de Hollywood.

"Tarefa histórica"

O Diário do Povo afirma nesta sexta-feira, em um editorial, que o desenvolvimento nesses 90 anos do Partido Comunista da China mostra a razão de o PCCh ter se tornado núcleo de liderança da revolução, construção e reforma da China.

Os anos "provam a capacidade de sustentar a tarefa histórica do povo e nação chinesa, assim como de se manter sempre em posição invencível no agitado contexto nacional e internacional. O PCCh trabalha para manter viva a característica marxista, além de desenvolver sempre as relações íntimas com o povo", diz o jornal.

O editorial ainda reitera que, encarando a complicada situação internacional e a árdua tarefa de reforma e desenvolvimento, o Partido Comunista da China deve consolidar ainda mais a missão de servir o país e o povo como orientação prioritária para avaliar e examinar todas as atividades governamentais.

PCdoB parabeniza

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira, o Partido Comunista do Brasil parabeniza os comunistas chineses, dando ênfase ao nascimento da "nova China" após a vitória na Revolução de 1949, "cujas três décadas que se seguem cimentam as bases para um novo período de construção do socialismo na China, com o inicio do período de reforma e abertura".

"Sendo expressão de seu papel de força de vanguarda, é na 3ª sessão plenária do 11º Comitê Central Partido Comunista da China, em dezembro de 1978, que marca o início de um período de modernização na China. As bases do novo período são valiosas contribuições do camarada Deng Xiaoping, que propõe ir aos fundamentos marxistas do socialismo para identificar a centralidade do desenvolvimento das forças produtivas para a edificação da nova sociedade", afirma a nota.

Elogios internacionais

Vários políticos e estudiosos internacionais elogiaram esta semana os êxitos do PCCh na construção social da China.

O diretor de estudos do Extremo Oriente da Academia de Ciências da Rússia, Mikhail Titarenko, assinalou que o conceito de desenvolvimento científico sugerido pelo PCCh, dispensa atenção ao progresso harmonioso, complexo e sustentável da sociedade, que ganhou confiança da população.

O presidente do Instituto das Relações Internacionais da Galícia, na Espanha, Xulio Rios, analisou que a sociedade chinesa havia passado por frustrações antes da década de 80 do século passado, mas o Partido Comunista da China pôde buscar um novo caminho de evolução positiva e considera sempre o desenvolvimento e renascimento do país e a elevação do nível de vida da população como principais metas estratégicas, o que traz benefício para o país e para os cidadãos.

Com agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preencha o formulário: