Visitantes

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Dedo de Prosa com Sindicato dos Vigilantes de Itaperuna e Região

Os vigilantes de Itaperuna e região estão exercendo o legítimo direito dos trabalhadores de paralisarem suas atividades para discutir com os patrões melhorias salariais e das condições de trabalho. O nosso blog não poderia se furtar de prosear com essa categoria e saber um pouco mais sobre esse movimento.





Quem é o nosso companheiro de prosa?

Sirlei Ramos Azevedo, Presidente do Sindicato dos Vigilantes Intermunicipal e Noroeste Fluminense.

Em Lugar de Uma Carta: Descreva as atribuições dos vigilantes e as empresas em que os mesmos atuam na nossa região.
Sirlei: Os vigilantes são profissionais capacitados pelos cursos de formação, empregados das empresas especializadas e da que possuem serviço orgânico de segurança, devidamente registrados no Departamento de Polícia Federal a exercer a vigilância patrimonial, transporte de valores, escolta armada, segurança pessoal e cursos de formação de vigilantes. Trabalham também na segurança privada que é uma atividade regulada, autorizada e fiscalizada, em todo território nacional, pela Polícia federal. Essa atividade é desenvolvida por empresas especializadas em segurança e por empresas que possuem serviço próprio de segurança (orgânicas), com emprego de profissionais devidamente capacitados, denominados vigilantes e com a utilização de barreiras físicas e demais equipamentos destinados a inibir ou impedir atos contra a pessoa e o patrimônio. Em nossa região os vigilantes atuam varias empresas, entre elas estão: CJF, PREVI, JF, TRANSEGUR, VIGBAN, TRANSVIPE. Todas lotadas nos bancos .

Em Lugar de Uma Carta: Quais as maiores dificuldades enfrentadas pelos vigilantes no seu cotidiano de trabalho?
Sirlei: A falta de reconhecimento, principalmente pela população, pelo trabalho desenvolvido pelo vigilante, que na maioria das vezes é desacatado pelos clientes. E também com o excessivo número de empresas que atuam neste mercado, as mesmas ficam a mercê de contratos arranjados, deixando seus profissionais serem pressionados pelos gerentes de bancos e outras entidades desvalorizando assim esse profissional.

Em Lugar de Uma Carta: Quando se iniciou a greve dos vigilantes e quais as principais revindicações do movimento? As reivindicações são apenas salariais ou também por melhores condições de trabalho?
Sirlei: Houve uma paralisação no Rio dia 18/03. Como não surtiu efeito, foi decretado greve em Campos dia 23/03/11, e o movimento chegou até Itaperuna no dia 24/03. A partir daí todo Noroeste foi aderindo com sucesso! Estamos reivindicando aumento real de 10%, e os 30% de risco de vida que foi parcelado em 6 anos, que seja reduzido para 3 anos; hoje recebemos apenas 3%, e aumento no ticket alimentação para R$ 15,00 por dia. Entre outras coisas, também está sendo negociadas melhores condições de trabalho.

Em Lugar de Uma Carta: Como está a organização e a mobilização dos vigilantes em Itaperuna e região? Quantas cidades aderiram ao movimento? Quantos trabalhadores estão de greve?
Sirlei: Estamos muito enaltecidos com a união dos trabalhadores em nossa região. Tivemos sucesso total na adesão do movimento. Com a formação do novo sindicado em Itaperuna, a Região Noroeste não estará mais desamparada, e com certeza estaremos ainda mais fortes, no próximo ano. Todas as cidades do Norte e Noroeste Fluminense estão com suas agências bancárias fechadas. E segundo a federação dos vigilantes do Estado do Rio, cerca de 2.000 vigilantes estão em greve.

Em Lugar de Uma Carta: Que mensagem o comando de greve dos vigilantes gostaria de deixar para a população e para os trabalhadores da região noroeste fluminense?
Sirlei: Sabemos das dificuldades que algumas pessoas estão enfrentando, por isso queremos que lutem conosco dando seu apoio. Estamos lutando e numa luta sempre existem baixas. Como dizia Charles Chaplin: “Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve.”

O blog agradece ao apoio de Claudemir Pais para a realização desse Dedo de Prosa.

7 comentários:

  1. ja era tempo de itaperuna ter um sindicato!!!!

    ResponderExcluir
  2. sirlei um homen honesto e de atitude
    os vigilantes só tem a ganhar

    ResponderExcluir
  3. esse sindicato e pirata , ja temos o de campos , sirlei quer din dinm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concerteza ,vc Amigo Anonimo não deve ser Vigilante , e não conhece o Sirley pois até onde eu sei ,Ele não precisa Usar de desonestidade com nimguém, mas faz uma coisa,vê se aparece na Lanchonete dele pra um dedo de Prosa ,então vc ira mudar o seu Conceito #ficadica ...

      Excluir
    2. Bom dia,amigo Anõnimo ,vc deve estar mal informado.
      O Sirley eu conheço ,Ele não precisa usar de Desonestidade,se vc não o conhece ve se aparece LÁ na Lanchonete dele ,pra trocar um Dedo de Prosa com Ele ,então vc vai Mudar o seu Conceito ...#ficadica...sou ViG também

      Excluir
    3. Bom dia,amigo Anõnimo ,vc deve estar mal informado.
      O Sirley eu conheço ,Ele não precisa usar de Desonestidade,se vc não o conhece ve se aparece LÁ na Lanchonete dele ,pra trocar um Dedo de Prosa com Ele ,então vc vai Mudar o seu Conceito ...#ficadica...sou ViG também

      Excluir

Preencha o formulário: